Na primeira semana desde que foi fundada em Buenos Aires, a Sociedade Ibero-americana de Direito do Turismo, (SIDETUR), as expectativas de sua criação têm sido superadas amplamente.

O Presidente da sociedade, Rui Badaró, encontra-se trabalhando na elaboração da mensagem para os membros de SIDETUR, e para aqueles que desejarem se tornar sideturistas, com o objetivo de explicar os fundamentos da instituição .

A través das Secretarias Gerais na Argentina e na Espanha, se tem respondido mais de 120 correios de colegas, empresários e acadêmicos que entendem a Sidetur como um excelente difusor do direito do turismo na Ibero América. A página web http://www.sidetur.org recebeu 563 visitas.

Entre os avanços:

Na França , origem do direito do turismo, se tem conformado uma rede com o objeto de começar atividades acadêmicas nas universidades de Paris I e Rennes.

Na Itália, acha-se próxima a sua criação, a Sociedade Italiana de Direito do Turismo, através da coordenação de um grande autor da especialidade, Francesco Morandi.

Na Argentina, a incorporação da prestigiosa jurista, Aída Kemelmajer de Carlucci, como membro de honra, de grande trajetória nos paises ibero-americanos, tem despertado um especial interesse, que tem levado às autoridades do máximo Tribunal de Justiça, assim como também ao Tribunais provinciais a apoiar com sua participação a iniciativa do passado 23 de abril.

Ao Conselho Assessor, tem chegado a colega dominicana, Sabrina de la Cruz, com grande trajetória no campo do direito administrativo turístico. E entre os membros convidados se tem incorporado o colega uruguaio Aram Chouldjian, especialista em assuntos aeroportuários.

Na Espanha, a través da difusão entre os colegas e meios especializados, tem se tornado com grande interesse em várias regiões, somando a colegas de Universidades de Madri, Almeria, Málaga, Barcelona e escritórios jurídicos especializados. Nomes como Antonia Paniza, Belén González, Matilde Ceballos, Raul Pérez, David Blanquer, nos fazem um homenagem com sua integração.

No mesmo sentido, têm solicitado sua incorporação profissionais do Equador, México, Chile, El Salvador, Bolívia, Cuba e Brasil.

Através da intervenção do colega Carlos Manavella de Costa Rica, entramos em contato com câmaras de empresários e a linha aérea TACA, originária de esse país.

Câmaras empresariais, como a Associação de empresários hoteleiros de Canárias (Espanha) e de Galápagos (Equador), quem têm solicitado sua incorporação, somado a instituições acadêmicas, nos tem feito reflexionar que o direito do turismo tem um venturoso porvir.

Secretaria Geral SIDETUR, 30 DE ABRIL DE 2008